domingo, 6 de outubro de 2013

Depressão

Vontade de nada, apatia, agonia e desespero o tempo todo.
Comer, vomitar (não o suficiente), e me cortar para me punir depois.
Não aguento mais. Nada seria necessário se eu simplesmente não comesse.
Sou decepção e erros. Qualquer coisa é pressão demais pra mim. Qualquer coisa me faz desabar.
Não quero viver.
Gostaria de nunca ter existido. Seria ótimo.

Decepções. Sou um monstro. Uma máquina de autodestruição que por conseguinte machuca quem me ama.

60,6

Não parece tão ruim, né?
Mas eu quero 53
42
40
25
13
0
-1

E é horrível ter de me convencer que é impossível.
Que eu nunca vou chegar nem perto do que é possivelmente suficiente (42) simplesmente porque não tenho força. Simplesmente porque não consigo me impedir de
 1) Abrir a geladeira
 2) Estender a mão até a comida
 3) Pegar
 4) Aproximar da boca
 5) Abocanhar
 6) Mastigar
 7) Engolir
São sete oportunidades de parar a mim mesma.
Desculpem  desabafo. Mas eu tava precisando.
Talvez alguém, se é que alguém vai ler, pense que eu devia procurar tratamento.
São 18 dias tomando fluoxetina. É desesperador não sentir os efeitos (antidepressivo e inibidor de apetite) ainda. Agonia.
Vou ler o máximo de posts que conseguir, mas passei tempo demais longe, talvez não consiga acompanhar muito bem.

Obrigada por ler

2 comentários:

  1. ai flor não sei nem oque dizer pq eu sinto exatamente as mesmas coisas ;s mais em fim força pra nós ... beijso

    ResponderExcluir
  2. Espero que com o tempo você se sinta melhor...
    se precisar cone com a gente!!

    ResponderExcluir