terça-feira, 2 de julho de 2013

Peso novo + música

OI ADIVINHA QUEM EMAGRECI DOIS QUILOS??
Pois então, é o quarto dia que volto ao blog e meu peso desceu de 67 pra 65!
Na verdade, me pesei na farmácia e deu 65,85. Meu namorado me disse pra descontar um quilo de roupa, mas achei demais, então arredondei pra 65 :D
Anyway
Eu seeei que devo ficar feliz porque perdi dois quilos super rápido, sem nem fazer exercícios e tal, mas, ai gurias...
Meu peso máximo costumava ser 62. Eu chegava nos sessenta e dois, continuava comendo feito louca e nunca passava disso. Mas talvez meu metabolismo tenha desacelerado, ou meu organismo tenha enlouquecido de tanto come-até-doer/vomita-até-sair-bile-pela-boca, e comecei a engordar mais e mais e mais. Nunca achei que chegaria nos quase setenta, é apavorante.
Então, eu deveria estar alegre de ter perdido dois quilos, mas subir na balança e lembrar que eu to na ~casa dos 60~ sempre é deprimente.
Mas não quero me desmotivar, portanto vou me presentear pela perda de peso adivinhacomoadicinhacomo: sem comer até amanhã <3

Afinal, que sentido faz reclamar dos resultados sem se esforçar mais por eles?
-
Quanto à música, a dica é Ted Leo and The Pharmacists - Me and Mia
Eu acho super empolgante pra fazer exercício, até porque a letra mexe comigo
Acho que é a música que melhor descreve o que sinto sobre meu transtorno alimentar de forma mais sublime, acho que só faz tanto sentido pra quem passa por transtornos. Em versos como:
"Do you believe in something beautiful? Then get up, and be it!" (esse verso me faz acelerar a corrida sempre)
"Fighting for the smallest goal to get a little self-control" isso é tudo. Qualquer meta. Ficar meia hora sem comer, perder meio quilo, cumprir uma dieta. É tudo uma questão de obter controle.
"What's eating you alive, might help you to survive" esse verso nem chega a ser sublime.
"And after a week of fighting, as more and more it seems the right thing"
"Not doctors, your mom and dad, but me and mia, ann, and anna. We know how hard you try" caras, pra mim isso... Sabe quando tu te sente gloriosa por estar atingindo metas e quer contar pra todo mundo, quer que todo mundo reonheça eu esforço, mas ninguém pode saber porque vão ir contra? Entonces.
E agora a parte mais foda:
"Sick to death to my dependence, fighting food to find transcendence. Fighting to survive, more dead but more alive. Cigarettes and speed for living, sleeping pills to feel forgiven. All that you contrive, all that you're deprived. All the burgeois angels telling you you've got to change don't have any idea. They'll never see so clear. But don't forget what it really means, to hunger strike when you don't really need"
Pra mim esse trecho todo trata das contradições que se passam na nossa cabeça, da necessidade desses hábitos doentios pra viver.
Espero que curtam o som. É tipo Fall Out Boy. Pra bulímicos.



4 comentários:

  1. Oi,linda
    Parabéns pelos kgs perdidos *-*.Flor,sei que
    pra você não é o suficiente,mas pensa que agora falta menos pra vc chegar no seu objetivo.Continuando do jeito que vc tá,vc vai ser uma thispo rapidinho hehe,o importante é não perder o foco (:.Beijinhos e muita força.

    ResponderExcluir
  2. Oi meu bem! Parabéns pelos dois quilos eliminados! Entendo a forma que se sente por ainda estar na casa dos 60kg, no entanto, pense que isso é o começo, que a cada dia que passa você está mais próxima da sua meta, mais próxima de ter o corpo que sonha. Você é forte e determinada, mantenha o foco e os resultados serão cada vez melhores.
    Eu adorei a dica da música, eu sempre ouço músicas assim, porque me identifico. Eu sei que essa é beem clichê, mas eu gosto de "Ana's song", do Silverchair, acho que ela descreve minha relação, digamos, de "amor e ódio" com o TA. Enfim, vou estar sempre passando por aqui e torcendo por ti. E espero ver muitas vitórias suas. Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelos kilos eliminados, continue progredindo assim.

    ResponderExcluir